• Post category:Expansão

Apagão no Standard Bank Angola atrasou transferências bancárias dos clientes

Apagão no Standard Bank Angola atrasou transferências bancárias dos clientes

Um apagão nos canais digitais do Standard Bank Angola (SBA) arrastou, por mais de uma semana, a compensação de transferências electrónicas com origem em vários bancos comerciais do mercado nacional, apurou o Expansão.

Segundo vários clientes afectados, bem como fontes de várias instituições, esta quebra no sistema provocou atrasos em pagamentos, prejudicando até relações de negócio entre clientes do SBA e clientes dos outros bancos.

Este “bloqueio” dos canais digitais (internet banking) do SBA foi registado, pela primeira vez, no dia 15 de Abril, período em que os clientes da instituição bancária que aguardavam compensação de fundos nas contas recebiam mensagens automáticas do banco a informar sobre a indisponibilidade desse serviço.

É o caso, por exemplo, de duas operações com origem nos bancos de Fomento Angola (BFA) e Millennium Atlântico (BMA) e com destino ao SBA, que ficaram “pendentes” por mais de uma semana para compensação, conforme revelaram ao Expansão dois clientes destas instituições. Mas estes não são os únicos casos.

O Expansão sabe entretanto que mais clientes do SBA, entre clientes particulares e empresas, tiveram que aguardar vários dias para terem os fundos reflectidos nas suas contas, o que gerou “vários prejuízos”, como quebra de confiança na relação de negócios entre os clientes cujas operações ficaram pendentes durante os quase 10 dias de apagão que se deu no banco.

“Tivemos pagamentos a fornecedores pendurados, o que deu azo a que levantassem suspeitas sobre a realização ou não da transferência pelo devedor. A EMIS dizia, pelo seu serviço de Apoio ao Cliente, que só poderia ser problema do banco destino e orientava para se contactar esse banco “, explicou uma fonte.