Detido em Luanda falso procurador

Detido em Luanda falso procurador

João Sebastião, 43 anos, foi detido pela Polícia Nacional, há dias, acusado de receber valores monetários com a promessa de soltar réus, ao se fazer passar por procurador da República, Junto da Esquadra do Zango 0.

O porta-voz da Polícia Nacional em Luanda, inspector chefe Nestor Goubel, disse, ontem, ao Jornal de Angola, que João Sebastião vai responder pelos crimes de usurpação de funções, fraude qualificada e associação criminosa.
Informou que o falso procurador chegou a receber 250 mil Kwanzas da cidadã Suzana Ferraz, com a promessa de soltar o seu marido, que está detido há dois meses, por questões ligadas à compra e venda de terrenos.

Ao Jornal de Angola, Suzana Ferraz disse que entregou 272 mil Kwanzas ao falso procurador, que depois de muito tempo não consegui soltar o seu marido, apresentando vários argumentos, situação que levou os familiares a denunciarem-no à Polícia Nacional. 

João Sebastião, que é taxista, negou as acusações e alegou que recebeu os valores para ajudar a senhora que tem o marido detido, tendo acrescentado que o dinheiro está guardado numa conta bancária.