Casos de especulação de preços encaminhados ao SIC

Casos de especulação de preços encaminhados ao SIC

Um total de 45 casos de especulação, dos quais 15 confirmados e 30 com fortes indícios, foram encaminhados ao Serviço de Investigação Criminal (SIC), pela Autoridade Nacional de Inspecção e Segurança Alimentar (ANIESA).

A acção enquadra-se no âmbito da “operação baixa de preços”, aos estabelecimentos comerciais, realizada de 24 à 28 de Maio do corrente ano.

Uma nota da ANIESA a que Jornal de Angola On-line teve acesso, informa que foram realizadas 75 visitas a estabelecimentos comerciais, tendo sido constatadas 93 infracções, das quais resultaram 50 notificações.

“As notificações resultaram da falta de
estrutura de cálculos de preços, falta de factura de aquisiçāo e falta de processo de
importação”, esclarece o documento.

Igualmente, acrescenta a nota, foram encaminhados ao SIC, casos de falsificação de documentos, violação fiscal, expatriamento ilicito e branqueamento de capitais.

Segundo a ANIESA, as actividades inspectivas durante a semana finda foram realizadas no município de Cacuaco, na rua direita do Kikolo, tendo resultado na baixa de preços com uma variação de 571 à 2.475 kwanzas.

A baixa de preço, diz a ANIESA, incidiu em produtos como a fuba de milho de 25kg baixou de 12.600 kwanzas para 12.600 kz, óleo vegetal de 21.471 kz para 21 mil e açúcar de 50 kg de 26.972 kz para 24.500 kz.

Autoridade Nacional de Inspecção e Segurança Alimentar apela aos comerciantes a não especularem os preços, bem como a cumprirem escrupulosamente com as leis vigentes em Angola, sob pena de sentirem a “mão pesada” da Justiça.

“A ANIESA solicita a máxima colaboração dos consumidores na denúncia de casos de subida de preços sem justificação plausível, cujas multas variam entre um milhão à 500
milhões de kwanzas.