• Post category:Novo Jornal

Polícia e cidadão maliano assassinados a tiro por assaltantes em Cacuaco

Polícia e cidadão maliano assassinados a tiro por assaltantes em Cacuaco

Um segundo sub-chefe da Polícia Nacional (PN), e um cidadão, oriundo do Mali, mas radicado em Angola, foram mortos a tiro na madrugada desde domingo (06), no interior da habitação do efectivo da PN, por elementos ainda não identificados, no município de Cacuaco, em Luanda, anunciou esta segunda-feira ao Novo Jornal o comandante municipal do Cazenga, superintendente-chefe Joaquim da Conceição “Kim Petro”.

Ao Novo Jornal, o comandante Kim Preto disse que o efectivo da Polícia Nacional pertencia ao Comando Municipal do Cazenga da PN e estava colocado na esquadra da Petrangol. As mortes ocorreram no interior da sua residência na zona da cerâmica, no município de Cacuaco.

“Quando elementos ainda não identificados invadiram a sua residência também acabaram alvejando um cidadão estrangeiro que era proprietário de uma cantina que saiu para tentar socorrer o efectivo da Polícia Nacional”, disse o oficial em declarações ao Novo Jornal, salientando que já estão em curso diligências para localizar e capturar os elementos envolvidos.

Já uma fonte do Serviço de Investigação Criminal (SIC), contactada pelo Novo Jornal, revelou que o caso está ser estudado por dois prismas: ajuste de contas ou encomenda, “isso, porque os assassinos não levaram nenhum bem do interior da habitação do efectivo da PN. Após assassinarem o segundo sub-chefe da Polícia Nacional e o cidadão maliano, que ocorreu para acudir a situação, os assassinos foram-se embora sem levar nada”.

“Não registámos tentativa de assalto, os elementos que efectuaram o duplo homicídio vieram com um propósito, matar o nosso colega e quem estivesse com ele naquele momento”, afirmou o SIC.