• Post category:Expansão

Armada “africana” no Europeu de futebol está avaliada em 1.554 milhões de euros

Armada “africana” no Europeu de futebol está avaliada em 1.554 milhões de euros

São 54 os futebolistas nascidos em África ou com pais com nacionalidade africana, que podiam jogar na selecção de do país de origem, espalhados por 13 equipas e avaliados em 1.554 milhões de euros. Angola tem cinco atletas nesta condição, 3 na equipa portuguesa, um na Áustria e outro no País de Gales.

No Europeu de futebol que começa esta sexta-feira estão convocados 54 futebolistas que poderiam ter optado por representar as selecções africanas, ou seja, que nasceram no nosso continente ou que têm um pai ou mãe com uma nacionalidade africana. Estão divididos por 13 selecções, representam 24 nacionalidades diferentes e de acordo com a Transfermark, site que serve de referência ao mercado mundial de transferências, estão avaliados em 1.554 milhões de euros. Curioso é o facto de apenas 5 terem nascido em África, sendo os restantes 49 já uma segunda geração de emigrantes africanos que desde os anos 90 tem caminhado para o continente europeu.

Nesta análise não incluímos jogadores que são netos de africanos. Por exemplo, Jordan Larson, filho do conhecido goleador sueco Henrik Larson, é neto de uma cabo-verdiano, Francisco da Rocha, mas como o seu pai nunca requereu a nacionalidade cabo-verdiana, não entra nestas contas. Também escolhemos como critério de avaliação a Transfermarkt, cujos valores são substancialmente inferiores os que foram divulgados pelo Observatório do Futebol, mas que são mais credíveis para os agentes desportivos.

Se deste universo de 54 jogadores escolhermos os 26 mais valorizados, e compararmos com o valor global de cada umas das selecções (ver infografia), que também junta 26 atletas, a armada africana seria a equipa mais cara do Europeu. Se utilizarmos um critério mais realista, dividir o valor global pelos 54 jogadores, atribuindo um valor médio a cada um, multiplicando depois por 26 que constituem cada equipa, seria a 7º selecção mais valiosa da competição com 748 milhões de euros.