11 empresas concorrem para a gestão do Aterro Sanitário dos Mulenvos

11 empresas concorrem para a gestão do Aterro Sanitário dos Mulenvos

Um total de 11 empresas, entre nacionais e estrangeiras estão já inscritas para a gestão e requalificação do Aterro Sanitário dos Mulenvos, em Luanda, cujas propostas foram submetidas à Comissão Multissectorial de Avaliação.

As candidaturas serão posteriormente avaliadas em sessão reservadas e de seguida será produzido um relatório preliminar dependendo do volume de candidaturas, cujo período é de 15 dias.

De acordo com a presidente da Comissão Multissectorial para a Gestão do Aterro Sanitário dos Mulenvos,  Hersília Teixeira, que falava nesta terça-feira (15), nesta fase os concorrentes devem demonstrar capacidade técnica e financeira.

Em relação à capacidade técnica, esclareceu, os concorrentes devem demonstrar a capacidade de aplicar fundos próprios para o projecto ou a capacidade de assegurar financiamento para a execução do projecto.

“Os concorrentes devem apresentar experiência na gestão e requalificação de aterros. A comissão irá proceder em acto público a verificação dos documentos por parte dos 11 candidatos e posteriormente em sessão reservada irá verificar a conformidade dos documentos entregues”, sublinhou a responsável.

O projecto de concessão para a gestão do Aterro Sanitário dos Mulenvos foi aprovado por despacho Presidencial onde se prevê a triagem e valorização dos resíduos sólidos através da reciclagem e venda, compostagem, insineração, biogás, bem como produção de energia.  

A recepção das candidaturas terminou no dia 15 deste mês. O concurso é Limitado por Prévia Qualificação, para requalificação e gestão do aterro sanitário dos Mulenvos, em regime de parceria público-privada é extensivo a entidades estrangeiras.