• Post category:Expansão

Conta corrente de Angola com superavit de 1,9 milhões USD graças à recuperação do petróleo

Conta corrente de Angola com superavit de 1,9 milhões USD graças à recuperação do petróleo

Angola apresentou no primeiro trimestre deste ano, uma conta corrente com “saldo superavitário de 1.974,6 milhões de dólares norte-americanos, equivalente a 12,2% do PIB”, divulgou esta segunda-feira o Banco Nacional de Angola (BNA).

O banco central justifica o saldo positivo com o aumento das exportações de bens, “com realce para o petróleo bruto, decorrente da recuperação do preço médio das ramas angolanas, e pela redução das importações de bens e serviços”.

Os dados constam das estatísticas externas referente ao primeiro trimestre de 2021, nomeadamente, a Balança de Pagamentos e a Posição do Investimento Internacional, que o banco central disponibilizou esta segunda-feira no seu portal.

Em matéria de Balança de Pagamentos, a conta financeira, analisada em termos de variação líquida de activos financeiros e passivos, apresentou um superavit de 1.235,5 milhões de dólares, “influenciado pelo aumento dos créditos comerciais, da moeda e depósitos, assim como dos activos de reserva e investimento directo”, escreve o BNA.

Também a posição líquida do investimento internacional no primeiro trimestre de 2021, “registou uma melhoria do seu défice”, cifrado em 32.221,6 milhões de dólares norte-americanos, resultado, refere o banco central, do aumento dos activos financeiros (créditos comerciais, depósitos e reservas internacionais) numa magnitude superior ao aumento dos passivos.

As estatísticas do I semestre de 2021, apontam ainda para um ligeiro aumento do stock das reservas internacionais brutas, – divisas, ouro e outros instrumentos financeiros -, que passaram de 14.878,5 milhões USD no quarto trimestre de 2020 para 14.977,2 milhões de dólares norte-americanos no trimestre deste ano, correspondente a uma cobertura de 11,7 meses de importação de bens e serviços.