• Post category:Expansão

Lucros das três maiores seguradoras privadas sobem 61% para 6.871 milhões

Lucros das três maiores seguradoras privadas sobem 61% para 6.871 milhões

Os lucros em conjunto das três maiores seguradoras privadas, Sanlam, Fidelidade e Nossa Seguros, cresceram 61% para 6.871 milhões Kz em 2020 face a 2019 cujos resultados líquidos foram de 4.265 milhões Kz, de acordo com os cálculos do Expansão com base nos relatórios e contas de 2020.

Os prémios emitidos pelo acumulado das três seguradoras registaram um crescimento de 28% para 85.147 milhões Kz.

Já a ENSA – Seguros de Angola, S.A passou de prejuízos de 9.946 milhões Kz em 2019 para lucros de 17.673 milhões Kz, impulsionados pela redução de custos e pela cobrança de prémios antigos. O prémio emitido pela seguradora que está em fase de privatização registou um crescimento de 33% para 84,6 mil milhões Kz embora o número de apólices tenha diminuído 32% para 47.521.

Entretanto, se for considerado o lucro global das quatro maiores seguradoras, que representam 70% da quota do mercado, regista-se um resultado líquido de 24.548 milhões Kz face aos prejuízos em conjunto de 5.265 milhões Kz.

A Sanlam, antiga Saham Angola Seguros, a segunda maior seguradora do mercado com uma quota de 13%, regressou aos lucros ao registar um resultado líquido de 713 milhões Kz, o que compara com os 324 milhões de prejuízos de 2019. Os prémios brutos emitidos pela empresa registaram um crescimento de 24% para 30,7 mil milhões Kz face a 2019. Apesar da situação económica, o ramo vida cresceu 20%, representando, assim, 5% do volume total de prémios emitidos em 2020.

Entre os destaques, de acordo com o relatório e conta da companhia, os ramos engenharia e responsabilidade civil tiveram um crescimento acentuado em relação ao ano anterior (78%), e (100%) respectivamente.

Os prémios dos ramos acidentes / doenças e Transportes, cresceram 44% e 45%, respectivamente. Apesar do ramo automóvel registar uma perda de representatividade no portfólio da Sanlam, ainda representa 11% do total de prémios emitidos.

Lucros da Nossa Seguros dispararam

Já o lucro da Nossa Seguros registou um crescimento de 25% para 5.118 milhões Kz face aos 4.100 em 2019.

A companhia que detém 11% da quota do mercado registou ainda um crescimento de 32% nos prémios brutos emitidos para 25 mil milhões Kz, tendo o canal directo representado 68% do peso de toda a produção.

Alexandre Carreira, Presidente da Comissão Executiva (CEO), na altura da apresentação do relatório e contas, disse que o seguro de saúde foi o que contribuiu mais para as receitas, com 8,6 mil milhões Kz.

Os accionistas da seguradora, que conta com 45.977 clientes e 71.833 apólices, fizeram uma injecção de capital de 13 mil milhões Kz, o que contribuiu para a subida da margem de solvência de 203% para 248% acima do exigido por lei, que são 100%.

Fidelidade mais do que duplicou lucros Por outro lado, a seguradora Fidelidade registou um resultado líquido de 1.045 milhões Kz, representando um crescimento de 114% quando comparado com os 489 milhões referentes a 2019.