• Post category:Expansão

Burocracia nas viagens internacionais gera negócio em aeroportos

Burocracia nas viagens internacionais gera negócio em aeroportos

Em causa está uma autorização que deve ser solicitada online à Comissão Interministerial para a Prevenção e Combate à Covid-19.

 Foto: Lídia Onde

A obrigatoriedade do preenchimento do Formulário de Registo de Viagens (FRV) para quem pretende entrar ou sair de Angola está a gerar negócios informais nos aeroportos, apurou o Expansão.

De acordo com a Comissão Interministerial para a Prevenção e Combate à Covid-19 todo o cidadão, nacional ou estrangeiro, que pretende entrar ou sair do país deve fazer o seu registo de viagem com até 72 horas de antecedência no site viagem.covid19.gov.ao, obrigatoriedade desconhecida por muitos passageiros que tomam apenas contacto com a medida na altura do embarque.

Se ao sair de Luanda a exigência não e” rigorosamente observada, já” para entrar o cenário é diferente. E é aqui onde começam os problemas para alguns passageiros porque o preenchimento do documento obriga à inserção de ficheiros no formato pdf, como visto de entrada ou, no caso de cidadãos estrangeiros, o certificado da vacina da Covid-19 para que seja então autorizada a viagem.